Minhas Imagens

Minhas Imagens
Sol dos Orixás

terça-feira, 12 de maio de 2009

O Rio de Janeiro é a nova capital - 1763

Texto Complementar

A mineração estimulou o crescimento não apenas de Minas Gerais, mas também do Rio de Janeiro, São Paulo, Sul do Brasil e do nordeste. O mercado interno teve um grande desenvolvimento. De certo modo, a prosperidade continuou mesmo depois do declínio da produção de ouro e de diamantes. É o que você pode ler a seguir:

“A produção aurífera cresceu rapidamente, dando a impressão, falsa, aliás, de uma grande durabilidade das reservas. (...) Em pouco tempo, o Rio de Janeiro, porto mais próximo e mais bem equipado, tornou-se um importante centro comercial, sendo ponto de embarque das pedras preciosas e de ouro, e porto abastecedor dos sertões mineiros. (...)
Podemos dizer que:
1. A mineração alargou, de forma considerável, a faixa de ocupação do território brasileiro;
2. A economia do ouro conseguiu atrair para si a pecuária sulina, através de São Paulo, e a nordestina, através do rio São Francisco, integrando as ilhas de povoamento em que se convertera a colonização portuguesa. (...)
Ao mesmo tempo, os núcleos mineradores demandaram um número crescente de escravos (...) e também relançando, agora a partir do Rio de Janeiro, o trafico negreiro, como uma fonte inesgotável de lucros. (...)
Mesmo findo o rush (apogeu), a região das Minas gerais possuía vasta população, livre e escrava, e uma rede de comercialização e distribuição de produtos - os tropeiros - bastante ampla, que soube aproveitar, convertendo-se em um amplo campo de produção de alimentos, dessa vez para o abastecimento do Rio de Janeiro, já no alvorecer do século XIX. “

Teixeira da Silva, Francisco Carlos. Conquista e Colonização da América Portuguesa. In: Linhares, Maria Yedda (org). História Geral do Brasil, 6ª Ed. Rio de janeiro: campus, 1996, PP. 68-69.

Schimidt, Mário. Nova História Crítica. 7ª Série, 2ª Ed. São Paulo: Nova Geração, 2002, PP. 61.


A partir do que é apresentado pelo autor no texto acima, justifique:

1. Explique a diferença entre mercado interno e mercado externo.
2. Qual foi a conseqüência da mineração para a cidade do Rio de janeiro?
3. Por que o Rio de Janeiro ganhou destaque na época da mineração?
4. De que modo a economia mineradora integrou as regiões Sul e Nordeste ao Sudeste?
5. Com o declínio da mineração, a população em Minas gerais diminuiu ou se manteve estável? Qual foi o motivo econômico para isso?
6. Explique:
“Os núcleos mineradores demandaram um número crescente de escravos (...) e também relançando, agora a partir do Rio de Janeiro, o trafico negreiro, como uma fonte inesgotável de lucros.”

Senhores pais,

O melhor investimento ainda é a educação.

Professora Tânia

3 comentários:

  1. Professora Tânia,

    Gostaria de informá-la que exite uma petição virtual pedindo melhores condições de ensino para a rede pública. Para assiná-la acesse:

    http://www.thepetitionsite.com/1/brazilpubliceducation

    Incentive também seus alunos a participarem deste movimento, mostrando-lhes o enorme potencial desta ferramenta, a internet.

    Desde já agradeço a atenção e desculpe-me pelo incômodo.

    ResponderExcluir
  2. Olá , professora!

    Parabéns pelo conteúdo e pela apresentação das aulas.
    Também estou me arriscando com alguns blogs para o estudo de História com minhas turmas.

    Peço, se possível autorização, para linkar teu blog no nosso para que a gurizada aqui de Uruguiana também possa ver teus textos e, em alguns casos, tb peço licença para reproduzir algum cnteúdo, com a devida informação da autoria.

    Antes de qualquer coisa,
    Um grande abraço, parabésn pelo trabalho e até breve!

    ResponderExcluir
  3. Professor Alcir,
    Vai ser um grande prazer fazer uma parceria com você. No momento estou em licença prêmio e vou tentar melhorar o blog. Espero que você possa me sugerir temas. Vou adorar!

    ResponderExcluir